Dia Mundial da Saúde e a importância da segurança alimentar

Voltar6 Abr, 2015

7 Dicas Nestlé para uma alimentação segura e saudável

Com vista a proporcionar uma alimentação saudável, a Nestlé conta com elevados padrões de segurança alimentar. São sete regras básicas que aplica no seu contexto industrial, mas que podem e devem ser seguidas também em casa, pelos Consumidores. No âmbito do Dia Mundial da Saúde – que se celebra amanhã, dia 7 de Abril – a Nestlé, Companhia especialista em Nutrição, Saúde e Bem-Estar, partilha as suas práticas diárias, que são o garante da qualidade e segurança alimentar de todos os seus produtos, aqui adaptadas ao contexto familiar.

1. Escolha a receita com atenção: quando estiver a planear uma refeição tenha em consideração se alguma das pessoas que a vai degustar tem alguma alergia ou restrição alimentar. Opte por uma refeição saudável com verduras e que forneça os nutrientes necessários nas quantidades recomendadas.

2. Adquira os produtos nas fontes seguras: quando for às compras certifique-se que os alimentos estão dentro do prazo de validade, se estão frescos e com boa aparência.

3. Lave bem as mãos: é essencial que lave as mãos antes, durante e depois da confeção de refeições. É também importante que lave e desinfete as superfícies de trabalho, tábuas de cozinha e equipamentos, principalmente na confeção de alimentos crus; esta medida evita o desenvolvimento de micro-organismos e contaminações cruzadas.

4. Não utilize o mesmo utensílio para preparar alimentos diferentes: para controlar a propagação dos microrganismos e contaminação de alergenos é importante que não utilize por exemplo a mesma faca que cortou a carne para cortar os vegetais.

5. Controle a temperatura e o tempo de cozedura: atenção ao cozinhar os alimentos, se estiverem durante muito tempo ao lume podem perder as suas propriedades, nutrientes ou desenvolver substâncias nocivas para a saúde.

6. Condições de armazenamento: caso cozinhe a mais para deixar para o dia seguinte, arrefeça primeiro a refeição antes de guardar num recipiente selado e guarde-o no frigorífico de forma a evitar a formação de bactérias prejudiciais. Consuma a refeição no prazo máximo de dois dias e reaqueça até que atinja uma temperatura bastante alta; desta forma, assegura a qualidade dos alimentos.

7. Partilhe estas dicas com a sua família e aplique estes “mandamentos da segurança alimentar” no seu dia-a-dia.

Implementado pela Organização Mundial da Saúde, o Dia Mundial da Saúde foi instituído em 1948 com o principal objetivo de alertar a Humanidade para a necessidade de uma alimentação segura, saudável e livre de químicos, vírus ou micróbios. Enquanto líder em Nutrição Saúde e Bem-Estar, a Nestlé investe continuamente em investigação e tecnologia, sendo a empresa que realiza mais testes a alimentos no mundo – com mais de 100 milhões de testes realizados por ano para deteção de bactérias como salmonela, E.coli e listeria.

A segurança alimentar é uma prioridade para a Nestlé e para monitorizar a qualidade e segurança da nossa cadeia de produção, que começa na seleção de matérias-primas e vai até ao processo de embalamento, temos um Sistema de Controlo Certificado. Neste Dia Mundial da Saúde, não queríamos deixar de partilhar alguns conselhos que podem ser utilizados em casa e contribuir para uma sociedade mais segura”, refere Deolinda Nunes, Diretora de Relações Corporativas da Nestlé Portugal.

Segurança e Qualidade Alimentar: UMA PRIORIDADE NESTLÉ

Alguns dos passos dos quais a Nestlé não abdica na sua cadeia de produção:

1. Seleção criteriosa das matérias-primas: Quando não se encontram em conformidade com os rigorosos padrões de qualidade e segurança, os produtos não são aceites.

As matérias primas são ainda alvo de revisões frequentes para assegurar que estão de acordo com os regulamentos e com os mais recentes desenvolvimentos científicos.

2. Controlo na preparação: As fábricas da Nestlé cumprem muitos requisitos de construção nomeadamente ao nível do fornecimento de água limpa e segura, filtração de ar. São ainda realizados frequentes testes à água e seguidas práticas certificadas de limpeza e saneamento em todos os passos de produção. Todos os colaboradores recebem formação sobre os princípios de boa higiene alimentar.

3. Processamento com base científica: As técnicas de processamento são formuladas cientificamente e a preparação de produtos é feita em quantidades que providenciem a dosagem apropriada de nutrientes. Os alimentos são processados a temperaturas controladas de modo a reter o valor nutricional e removendo microrganismos que podem ser nocivos para a saúde.

4. Testes rigorosos: Antes de saírem das fábricas, os produtos Nestlé são sujeitos a testes de verificação de qualidade. Na Nestlé são realizados mais de 100 milhões de testes por ano para assegurar os padrões internos e externos de segurança.

5. Embalagens seguras e vigiadas: As embalagens têm um papel muito importante pois garantem a segurança e boas condições dos produtos. Assim, além de um armazenamento seguro nas temperaturas corretas, a Nestlé utiliza códigos únicos para cada lote de produtos de forma a ter um maior controlo sobre onde foram produzidos, que ingredientes contêm e a data de produção.

6. Sistema de identificação de sinais precoces: Um sistema de prevenção que permite detetar falhas ou problemas com antecedência, proporcionando uma resposta mais atempada e eficaz. A empresa está constantemente a realizar melhorias nos procedimentos, partilhando estes conhecimentos adquiridos com a indústria, autoridades externas e Consumidores.