Suplementação com probióticos e a perda de peso corporal

31 Jan, 2014
A Obesidade é uma patologia que atinge grandes dimensões epidemiológicas e um grande problema de saúde pública. O aumento da prevalência da obesidade conduziu a uma intensa pesquisa sobre as suas possíveis causas, assim como a programas e tratamentos que possam ajudar na sua prevenção ou controlo. As causas parecem ser multifatoriais e, desta forma, as soluções devem ser ajustadas a cada indivíduo.

A microflora intestinal é um dos muitos fatores que estão envolvidos na suscetibilidade à obesidade e às doenças metabólicas. Inúmeros estudos, incluindo estudos Nestlé, já demonstraram previamente que a administração de probióticos influencia a microflora intestinal.

Baseia-se no princípio de que os probióticos podem ajudar a regular o equilíbrio energético e/ou o metabolismo do hospedeiro. Neste contexto, um novo estudo foi elaborado para avaliar o efeito dos probióticos no controlo do peso corporal.

Novo Estudo

Um estudo recentemente publicado e no qual participaram cientistas da Nestlé, descreve os efeitos de probióticos específicos na perda de peso em indivíduos obesos, durante um período de restrição energética, seguido de um período de manutenção do peso corporal.
Um total de 125 indivíduos obesos foi submetido a uma dieta de perda de peso durante 12 semanas. Ao longo de todo o estudo, metade dos participantes ingeriu Lactobacillus rhamnosus (LPR) em cápsula, enquanto os restantes participantes receberam placebo. A divisão dos indivíduos pelos dois grupos foi feita de forma aleatória.
Não foram observados efeitos significativos no grupo como um todo. Contudo, verificou-se uma melhoria significativa na quantidade de peso perdido em mulheres que ingeriram os probióticos, quando comparadas com as mulheres que ingeriram o placebo. Quando o período de restrição alimentar terminou, ou seja, na fase de manutenção corporal, a diferença no peso corporal e na massa gorda persistiu.

Conclusões

Neste estudo, verificou-se que uma espécie dos probióticos Lactobacillus rhamnosus influencia beneficamente a perda e consequente manutenção do peso corporal em mulheres obesas. Os resultados não devem contudo se extrapolados para outras condições ou populações.
São necessários mais estudos para compreender o processo fisiológico em causa e para determinar se probióticos em causa têm algum efeito na perda de peso quando integrados numa alimentação variada.

Referência:

Sanchez, M., Darimont, C., Drapeau, V., Emady-Azar, S., Lepage, M., Rezzonico, E., Ngom-Bru, C., Berger, B., Philippe, L., Ammon-Zuffrey, C., Leone, P., Chevrier, G., St-Amand, E., Marette, A., Doré, J., Tremblay, A. Effect of Lactobacillus rhamnosus CGMCC1.3724 supplementation on weight loss and maintenance in obese men and women (2013). British Journal of Nutrition, pp. 1-13