Resultados 2014, Nestlé S.A.

19 Fev, 2015
4,5% de crescimento orgânico, margem de lucro operacional até 10 pontos base e aumento de 30 pontos base a câmbios constantes

• Vendas de CHF 91,6 mil milhões.
• Crescimento orgânico de 4,5% e 2,3% de crescimento real interno.
• Margem de lucro operacional até 10 pontos base para 15,3% e um aumento de 30 pontos base a câmbios constantes.
• Lucro por ação de até 4,4% a câmbios constantes.
• Fluxo de caixa operacional de CHF 14,7 mil milhões.
• Aumento de dividendo proposto de CHF 2,20 por ação.
• Outlook 2015: o nosso objetivo é alcançar um crescimento orgânico de cerca de 5%, com aperfeiçoamento das margens, no lucro por ação a taxas de câmbio constantes e na eficiência de capital.

Paul Bulcke, CEO da Nestlé: "Estes são resultados fortes, com base num bom crescimento dos últimos anos e alcançados num bom ambiente de negociação. Estes resultados demonstram a força intrínseca da Nestlé: O compromisso das nossas pessoas, a nossa presença global, a força do nosso portefólio e a qualidade da nossa Inovação. Ao alcançar estes resultados no curto prazo, continuamos focados no nosso negócio a longo prazo, reforçando as bases do nosso crescimento futuro. Esperamos que 2015 seja semelhante a 2014. O nosso objetivo é alcançar um crescimento orgânico de cerca de 5%, com aperfeiçoamento das margens de lucro por ação a taxas de câmbio constantes e com eficiência de capital”.

Os resultados do Grupo

Em 2014 o crescimento orgânico da Nestlé foi de 4,5%, composto por 2,3% de crescimento real interno e de 2,2% de preços. As vendas foram de CHF 91,6 mil milhões, uma queda de 0,6%, impactada por uma taxa de câmbio negativa de -5,5%. As aquisições líquidas acrescentaram 0,4% em vendas.

• Lucro operacional de negociação do Grupo foi de CHF 14,0 mil milhões, representando uma margem de 15,3%, um aumento de 10 pontos base, até 30 pontos base a taxas de câmbio constantes.
• O custo dos produtos vendidos caiu 30 pontos base com uma percentagem das vendas impulsionada pelo mix de produtos e pelas ações de preços e de poupança criadas pelo Nestlé Continuous Excellence, que mais do que compensaram os aumentos dos custos das matérias-primas.
• Os custos de distribuição aumentaram 10 pontos base.
• As despesas totais de marketing e administração subiram 10 pontos base em linha com o aumento do suporte de marketing das nossas marcas dirigido ao consumidor.
• O lucro líquido cresceu CHF 4,4 mil milhões para CHF 14,5 mil milhões. O aumento também reflete o lucro obtido com a alienação de parte da participação na L'Oréal e o ganho de reavaliação sobre os 50% da Galderma já realizado quando o Grupo aumentou a sua participação dos 50% para os 100%. Os ganhos anunciados por ação foram de CHF 4,54, um aumento de 44,6%.
• Os ganhos por ação a câmbios constantes subiram 4,4%.
• O fluxo de caixa operacional do Grupo manteve-se forte em CHF 14,7 mil milhões.

Business Review

• O crescimento orgânico do Grupo Nestlé foi alargado, 5,4% nas Américas, 1,9% na Europa e 5,7% na Ásia, Oceânia e África. O nosso negócio nos mercados desenvolvidos cresceu 1,1%, alcançando vendas de CHF 51,4 mil milhões. Nos mercados emergentes crescemos 8,9%, entregando as vendas de CHF 40,2 mil milhões.
• O crescimento real interno foi de 2,3% nas Américas, 2,4% na Europa e 2,4% na Ásia, Oceânia e África.
• Em 2014, criámos o “Nestlé Skin Health”, complementando o “Nestlé Health Science” e ampliando ainda mais o nosso negócio de alimentos e bebidas existente, em linha com a nossa ambição estratégica de sermos reconhecidos como a empresa líder mundial em Nutrição, Saúde e Bem-Estar.
• Também estabelecemos o “Nestlé Business Excellence” ao nível do Conselho Executivo, agregando serviços de apoio às empresas. Isso permite-nos aproveitar melhor a nossa escala, diminuir custos de estrutura, aumentar a qualidade dos serviços de apoio e libertar recursos para gerar crescimento e permitir que os nossos mercados se concentrem na geração de procura.

Zona Europa

Vendas de CHF 15,2 mil milhões, 1,5% de crescimento orgânico, 2,2% de crescimento real interno; 15,3% de margem de lucro operacional e mais 30 pontos base.

•Em relação ao mercado este foi um bom crescimento, impulsionado pela inovação e “premiumisação”. O ambiente de negociação Europeu continua a ser volátil e intenso, com a pressão deflacionária a aumentar ao longo do ano e a confiança do consumidor muito frágil, reduzindo a flexibilidade de preço.
• Bons desempenhos em França, na Suíça, na Áustria e na Holanda, e uma recuperação em Espanha e em Portugal, que, no seu conjunto, apoiaram o crescimento na Europa Ocidental. A região da Grã-Bretanha, da Alemanha, da Itália e da Grécia foram mais desafiadoras. Tivemos fortes performances em Petcare e Nescafé Dolce Gusto em toda a Europa Ocidental e observámos um bom crescimento das inovações em diversas categorias. Os destaques incluem o Nescafé Gold, o café solúvel Azzera premium, o Fresh Up e a Buitoni Fiesta em pizza congelada, Maggi merendas macarrão em culinária e o lançamento de tabletes de chocolate premium Les Recettes de L'Atelier, em França.
• Na Europa Central e Oriental, a Rússia e a Ucrânia impulsionaram o crescimento num ambiente de deterioração económica. Petcare, Nescafé Dolce Gusto, café solúvel, em especial o Gold Blend, e a confeitaria com Kit Kat foram os destaques. O roll-out em curso do Papyrus cooking papers em culinária ambiente também fez um bom caminho.
• Petcare entregou um crescimento generalizado em toda a Zona, fortalecendo ainda mais as suas posições, nomeadamente através de categoria premium com Felix, Purina ONE e Gourmet e também com as variedades de snacks.
• A margem de lucro operacional da região foi de 15,3%, um aumento de 30 pontos base, refletindo as nossas conquistas em alavancar o crescimento real interno e a melhoria contínua da eficiência.

Consulte o Comunicado de Imprensa integral em www.nestle.com