Nestlé lança Política de Proteção da Maternidade para Colaboradores a nível mundial

1 Jul, 2015


A Nestlé criou uma nova Política de Proteção da Maternidade a nível global para os seus Colaboradores e que se estima que seja um dos mais ambiciosos programas deste tipo na indústria.

Esta nova política, que tem como base a ILO Maternity Protection Convention, estabelece um padrão mínimo que deverá ser implementado em todos os mercados Nestlé até 2018.

Esta política disponibiliza aos Colaboradores um mínimo de 14 semanas de licença de maternidade remunerada e o direito de alargar a licença até um período de 6 meses. Isto irá ser aplicável a todos os responsáveis pelos recém-nascidos, incluindo Colaboradores masculinos e pais adotivos.

Esta política inclui ainda proteção laboral, flexibilidade no planeamento do trabalho e acesso garantido a salas de amamentação durante o horário de trabalho, nas Sedes e restantes unidades com mais de 50 Colaboradores. A Nestlé possui, neste momento, mais de 190 salas de amamentação a nível global.

Peter Vogt, Vice-presidente Executivo Adjunto e Diretor de Recursos Humanos da Nestlé S.A. refere: “Esta política irá ajudar-nos a prestar um melhor suporte às mães e às suas famílias e reforça o nosso apoio na importância da amamentação durante os primeiros 6 meses de vida da criança.”

Assista à entrevista de Paul Bulcke para a Revista Fortune, onde aborda questões relacionadas com esta nova Política de Proteção da Maternidade da Nestlé.