Nestlé apresenta progressos ao nível do plano de acão para capacitar as mulheres, na cadeia de fornecimento do cacau

Jan 23, 2015


O trabalho da Nestlé para capacitar as mulheres na cadeia de fornecimento do cacau, na Costa do Marfim, começou em 2013 e continuamos a trabalhar em conjunto com os nossos parceiros, e a apresentar progressos, neste tema tão importante para nós.

As novas medidas encontram-se refletidas no relatório sobre o progresso desta iniciativa, que a Nestlé publicou no seu plano de ação, para ajudar a melhorar a vida das mulheres na cadeia de fornecimento do cacau, na Costa do Marfim.

Este relatório de progresso da Nestlé apresenta as ações tomadas, entre agosto de 2014, e janeiro de 2015.

O relatório reflete os planos da Nestlé, para 2015, sob três principais pilares de ação: promoção da igualdade de oportunidades, dando “voz” às mulheres, e ajudando a aumentar a notoriedade das mesmas.

Embora as mulheres da Costa do Marfim tenham um conjunto de funções diretas e de apoio na produção do cacau, o seu papel passa muitas vezes despercebido. Os homens assumem a responsabilidade pelas cobranças relativas ao cacau, muitas vezes compensando a mulher pelo seu trabalho, dependendo do relacionamento que mantém com o homem.

Assim, mudar esta perceção do papel das mulheres na cadeia de fornecimento do cacau é uma dimensão muito importante para o trabalho que a Nestlé, e os seus parceiros, têm em curso. A Nestlé planeia expandir a implementação deste seu Plano de Acão para os Produtores de Cacau do sexo feminino, ao Gana, em meados de 2016.

Leia a notícia na íntegra aqui.

Para mais informação sobre o progresso deste plano, por favor faça o download do Relatório