Como uma telenovela ajuda a combater plantações contaminadas do oeste africano

18 Mar, 2015


Uma telenovela projetada num ecrã nas traseiras de uma carrinha está a ajudar, no oeste africano, a acabar com um componente tóxico que contamina as plantações, prejudica a saúde e prejudica financeiramente os agricultores. Trata-se de micotoxinas: um composto baseado num fungo que dificilmente é destruído caso entre na cadeia de produtos alimentares.

Se uma pessoa consumir alimentos contaminados com micotoxinas poderá sofrer graves problemas de saúde, que podem causar mesmo a sua morte.

Uma plantação contaminada em grandes proporções poderá perder totalmente o seu valor, é difícil de vender porque não é seguro para a alimentação.

Danos para as plantações

Há oito anos a Nestlé teve que rejeitar cerca de metade dos grãos de cereais produzidos localmente e fornecidos às fábricas do Gana e da Nigéria devido à elevada presença de aflatoxinas (um tipo de micotoxina que é potencialmente cancerígena). A falta de conhecimento sobre como minimizar os efeitos das micotoxinas nas plantações fez com que grandes quantidades produzidas localmente ficassem contaminadas.

A Nestlé teve de garantir que os grãos de cereais não integrassem a cadeia de produtos alimentares pelo que o milho e outros grãos tiveram que ser importados como forma de colmatar a falta de matérias-primas rejeitadas e, desta forma, garantir a continuidade da produção. No entanto as regulações dos vários países tornaram as importações difíceis e dispendiosas.

As comunidades locais, onde as colheitas contaminadas foram rejeitadas, enfrentaram grandes perdas económicas. Os agricultores que produziram tais colheitas foram rejeitados do mercado e se decidissem consumir o que produziram corriam riscos de danificar a sua própria saúde. A Nestlé necessitou encontrar uma solução para este problema.

Melhorar a segurança e o lucro dos agricultores



Em conjunto com os parceiros nos governos do Gana e da Nigéria e com o International Institute of Tropical Agriculture (IITA) a Nestlé definiu o Grains Quality Improvement Project de forma a melhorar as práticas agrícolas. O principal enfoque está na melhoria da qualidade e segurança dos grãos de cereais produzidos.

O problema da presença de micotoxinas não seria solucionado do dia para a noite, pelo que foi necessário adotar diferentes estratégias de forma a fazer passar a mensagem.

A formação dos agricultores começou nas salas de aula, mas nem todas as pessoas se motivam com esse tipo de instrução. Sendo assim os agrónomos levaram os agricultores para os campos, para que pudessem visitar as explorações bem geridas e produtoras de milho de qualidade. Depois mostraram plantações arruinadas, sendo que o contraste ajudou a clarificar os benefícios de ter boas práticas agrícolas.

Nos serões noturnos um cinema itinerante era montado na vila projetando uma telenovela criada pela Nestlé para reforçar as mensagens que os agricultores receberam durante a sua formação.

A história centra-se em duas famílias. Numa um agricultor não aceitava os conselhos que a sua mulher apresentava e a plantação ficou arruinada e a família acabou doente. Na outra família, o homem seguiu a formação do Nestlé Grain Quality Improvement e, ao contrário, teve em consideração os conselhos da sua mulher e a família acabou por ter uma plantação de qualidade e segura com excelentes capacidades de ser vendida no mercado.

A telenovela era contracenada por elementos das comunidades, garantindo um maior envolvimento por parte do público e atenção sobre os temas tratados.

Após oito anos da implementação deste programa de formação os resultados verificados foram muito positivos. Nos dias de hoje a Nestlé diminuiu a percentagem de colheitas rejeitadas pelas fábricas de 50% para apenas 2%.

Tal significa melhores rendimentos para os agricultores, redução de riscos para a sua saúde e das suas famílias, e uma fonte de fornecimento de confiança e sustentável de produtores locais para as fábricas da Nestlé.

Formando centenas de agricultores

Cerca de 50 000 agricultores e suas famílias receberam formação e dados sobre os efeitos que as micotoxinas têm para a saúde e as medidas necessárias para a sua prevenção. “Vários agricultores na região são pequenos produtores, sendo que não foi fácil a sua participação”, refere Klutse Kumodor, procurement manager da Nestlé no Gana.

“É algo que requer muito esforço. A formação tinha que ser regularmente repetida para garantir que as melhores práticas eram usadas e estavam cimentadas nos agricultores.” Como forma de incentivo a Nestlé oferece um preço superior ao do mercado a agricultores que produzem colheitas seguras e de elevada qualidade. A produtora de milho Samata Alidu da vila de Gushie no norte do Gana comentou que a presença das melhores práticas agrícolas para combater as micotoxinas conferiu-lhe plantações melhores, mais saudáveis e produtivas.

“Agora posso pagar as despesas escolares dos meus filhos, suportar o custo dos seus uniformes escolares e ainda ter algum rendimento extra.”

Conseguiu duplicar a sua produção de milho e cortar em algumas despesas. “O impacto na nossa comunidade tem sido significativo.”

A Nestlé neste momento adquire localmente todos os grãos usados na produção dos produtos à base de cereais da gama infantil e de família, como o Golden Morn e a Cerelac, sem ter que importar matérias-primas. As restrições nas importações que se verificam na Nigéria demonstram a importância em ter estabelecida uma cadeia de fornecimento local de qualidade e confiança.

Entretanto a telenovela continua a sua jornada pelos países. Ainda é projetada de vila em vila, noite após noite, ajudando as comunidades a protegerem-se e a construírem uma vida melhor.

Links Relacionados

Creating shared value: rural development and responsible sourcing
http://www.nestle.com/csv/rural-development-responsible-sourcing

Nestlé Central and West Africa
http://www.nestle-cwa.com/en

Nestlé Cereals
https://www.nestle-cereals.com/

Histórias Relacionadas

Nestlé breakfast cereals make it easier to have a nutritious start to the day
http://www.nestle.com/media/newsandfeatures/nestl%C3%A9-breakfast-cereals-make-it-easier-to-have-a-nutritious-start-to-the-day

Nigerian farmers help Nestlé address micronutrient deficiency
http://www.nestle.com/media/newsandfeatures/golden-morn-fortification

Insight: unlocking Africa's long-term potential
http://www.nestle.com/media/newsandfeatures/nestle-africa-potential